Sedação

Sedação para Atendimentos Cirúrgico

Na Clínica Amarante adotamos o atendimento com sedação para pacientes que tem MEDO ou ALGUM TRAUMA DE IR AO DENTISTA.

 

A sedação feita no consultório do dentista pode ser com uso de sedativos em comprimido ou de forma endovenosa.

 

A sedação por comprimido demora mais tempo para fazer efeito e não tem tanto controle do efeito quanto a sedação endovenosa, porém é bem aceita pelos pacientes. Em casos de sedação por comprimido o paciente deve chegar uma hora antes do procedimento juntamente com um acompanhante já que ao sair do consultório ainda estará sob o efeito do remédio.

 

A sedação pela veia (endovenosa) é segura e permite que o paciente volte para consciência normal imediatamente após o fim do procedimento, pois a reversão da sedação é totalmente controlada por um médico anestesiologista.

 

A sedação endovenosa, sendo realizada por um médico competente, não tem os riscos e os incômodos da anestesia geral, pelo contrário, proporciona a sensação de conforto ao paciente e melhora as condições de segurança para realização dos procedimentos planejados para o tratamento.

 

Indicação para o uso de Sedação no Dentista

 

Bem indicado para pacientes ansiosos, pacientes que apresentam medo de dentista, em tratamentos prolongados para dar conforto ao paciente durante o procedimento. A sedação está indicada também para agilizar o tratamento para pessoas com pouco tempo e que não querem vivenciar o tratamento.

 

A sedação endovenosa pode ser usada na implantodontia, cirurgia de extração de siso e outras cirurgias orais, reabilitação oral, odontologia estética, endodontia, dentística, etc.

 

Acompanhamento e monitoramento na Sedação Endovenosa

 

Todo o processo é realizado por um médico anestesiologista que permanece na sala durante todo o procedimento, monitorando funções vitais, tais como pressão arterial, freqüência cardíaca, oxigenação sanguínea e eletrocardiograma. Se comparado a procedimentos sob anestesia local diminui os riscos para o paciente, pois há menos uso de anestésicos locais e um total controle dos sinais vitais do paciente.

 

A sedação também diminui a liberação de substâncias no sangue (devido ao estresse) que provocam o aumento da pressão arterial e freqüência cardíaca durante o procedimento. O pós-operatório se torna mais tranqüilo e menos doloroso. São administradas também, durante o procedimento, medicações endovenosas para a dor, antiinflamatórios e em alguns casos antibióticos.

 

Recuperação rápida e segura

 

Na sedação o paciente não perde a consciência, ele responde a comandos de voz, mas mesmo estando consciente, dificilmente se lembrará da cirurgia. Após o procedimento odontológico, o paciente permanece em repouso na sala, onde ficará em observação por um período e liberado após avaliação do médico anestesiologista.

 

Segurança e confiabilidade

 

A realização da sedação endovenosa consciente é algo muito seguro ao paciente e ao cirurgião dentista. Qualquer paciente pode ser submetido à sedação, são necessários alguns exames de sangue, urina e risco cirúrgico (um exame cardíaco). Com os exames em mãos, o paciente é avaliado pelo médico anestesista antes da cirurgia e/ou procedimento odontológico e recebe orientações sobre medicações pré e pós-operatórias.

× WHATSAPP AQUI!